Memorização é um agrupamento de conhecimentos que ajudam a armazenar e colher mais informações e números no cérebro. Quando há um treinamento deste hábito, é possível lembrar-se de praticamente tudo o que se ouve, lê e estuda.

Esta técnica é extremamente importante, pois no mundo em que vivemos, as informações estão em todos os lugares e em grande excesso, aparecendo em produtos, jornais, notícias, escola, serviço, faculdade e até mesmo em sua própria residência.

A partir de então, faz-se necessária a utilização deste meio. Ser organizado e aprender a lidar com horas, por exemplo, está altamente interligado com lembrar-se de seus compromissos.

Leitura dinâmica é um fator que tem incumbido muitas coisas além de ler rapidamente, como algo de mais valor como a capacidade de entender o que você leu e fazer com que aprenda e estimule sua inteligência de maneira virtuosa e rápida.

Basicamente, se constitui pelo ato identificar palavras em um curto período de tempo, possuidora também de diversas técnicas e métodos que faz a pessoa treinar e se especializar neste campo.

Com ela, é transmitida a função para seu cérebro ser rápido e isto te ajuda até mesmo em seu dia a dia, pois a capitação de informações será feita de maneira qualitativa.

Começando a se especializar

Comece testando as velocidades máximas que você consegue ler, para ter uma ideia de melhora ao final de seus testes.

Inicie com um livro que tenha proximidade com você e que seja um de seus favoritos. Opte por aqueles que têm fácil leitura e entendimento, abra-o e deixe sobre uma superfície. Para esta parte é aconselhável que não seja digital e sim impresso. Feito isso, iremos fazer a média de palavras por linha deste elemento.

Para realizar este método, basta contar o número de palavras em cinco linhas e dividir este número por cinco. Um exemplo: 20 palavras para 5 linhas, resulta em 4 palavras por linha.

Memorização leitura dinâmica

O processo de linhas foi feito, então basta partir para as páginas. Siga a mesma instrução, conte o número de linhas em cinco páginas e divida por cinco. Assim, terá como resultado o número médio de linhas em páginas, que para descobri-lo basta multiplicar os resultados anteriores.

Utilize um cronômetro e leia a primeira linha do seu jeito habitual em um minuto. Quando feito isto basta multiplicar o número das linhas que conseguiu ler pelo número médio de palavras por linha.

Esta conta é a taxa de leitura de palavras por minuto (ppm), sendo que: 110 ppm ou menos – Leitura insuficiente/ 240 ppm – Leitor médio/ 400 ppm – Bom leitor/ 1000 ppm e acima – Leitor dinâmico.

No caso da memorização, seguem algumas dicas para você treinar e aprimorar-se neste caminho.

Seja curioso, faça perguntas sobre assuntos que lhe interessam; quando estiver aprendendo, questione até ter absoluta certeza que o conteúdo foi aprendido; releia e pesquise a temática, submeta o mesmo a memória visual, auditiva e sinestésica, forma surpreendente de estimular a memória; e, por fim concentre-se, assim o cérebro estará estimulado a memorizar.

Boa sorte!