Os concursos público no âmbito do Direito do Trabalho vêm atraindo cada vez mais candidatos — como as provas dos TRTs regionais, por exemplo. Estudar para concursos, entretanto, é para quem resiste a uma intensa jornada de estudos, além de uma lista enorme com as matérias cobradas nos editais dos concursos.

Para ajudar você a organizar os preparativos da sua empreitada rumo à conquista da sua vaga, preparamos uma lista com as principais matérias, os conceitos e os princípios cobrados pelos editais de concursos públicos na área do direito. Confira!

Matérias, conceitos e princípios do Direito do Trabalho

Antes de qualquer coisa, o candidato precisa entender a distinção de termos como matéria, conceitos e princípios do direito:

Matérias

Dizem respeito ao conteúdo do edital, às disciplinas cobradas e os temas relacionados a cada uma delas. Por exemplo: um edital na área do Direito do Trabalho pode cobrar matérias como Língua Portuguesa, Matemática, Direito Civil, Direito Administrativo, etc. Dentro de cada uma das matérias cobradas em edital, estão especificados os temas que podem aparecer na prova.

Conceitos

Entender os conceitos consiste em compreender a essência de uma ideia expressa em uma palavra. Na área do direito, existem diversos conceitos importantes, cujo significado o candidato precisa conhecer para poder familiarizar-se com o conteúdo do edital. Por exemplo: compreender o que são princípios constitucionais e o que são os princípios do direito com profundidade suficiente para não confundir ou embaralhar os princípios de cada um desses temas.

Princípios

Princípios, no que diz respeito à área do direito, implicam em um conjunto de regras que regem determinadas áreas de uma disciplina, formas de governos e regimes, ou ainda, documentos como a Constituição Federal da República do Brasil.

Recentes alterações nas disciplinas cobradas pelos editais na área do Direito do Trabalho

As últimas provas dos Tribunais Regionais do Trabalho surpreenderam muitos candidatos ao lançarem o edital que cobrava algumas matérias novas, ao mesmo tempo em que excluía outras que costumava cobrar. Para esclarecer melhor tais alterações, listamos cada uma das novidades no conteúdos dos editais relacionados à área de Direito do Trabalho. Vejamos:

  • Algumas provas estão deixando de cobrar Raciocínio Lógico;

  • Passaram a ser cobrados alguns regimentos internos das instituições;

  • Também foram cobradas, para surpresa de muitos, as disciplinas de cálculo trabalhista e análise de casos;

  • Tendência a centralizar os temas na área jurídica, como por exemplo, Direito e Processo do Trabalho, assim como Direitos Constitucional e Administrativo.

Como estudar para as provas de concurso

Após compreender os conceitos e princípios básicos de cada matéria exigida no conteúdo do edital, você vai precisar organizar sua vida no sentido de vencer o edital. Isso significa estudar toda a matéria cobrada, sem exceção de nenhum tema, muito menos uma disciplina inteira.

A lista de assuntos cobrados em um concurso a nível de TRT é pesada, de modo que o candidato precisa começar sua jornada de estudos meses antes da abertura do edital, pois, uma vez publicado, restará pouquíssimo tempo para estudar até a realização da prova. Segue uma lista de providências essenciais para qualquer concurseiro:

  • Montar um cronograma de estudos;

  • Resolver exercícios de provas anteriores;

  • Acreditar no seu potencial.

Os concursos públicos no âmbito do Direito do Trabalho têm seus cargos bastante disputados, sobretudo por advogados em início de carreira. Não obstante, o caminho até conseguir ser aprovado e nomeado para um cargo é árduo. Mas não desanime: com dedicação, tudo é possível!

Gostou das nossas dicas sobre o Direito do Trabalho? Então compartilhe este artigo nas suas redes sociais e ajude outros concurseiros!