Posso tentar vários concursos ao mesmo tempo?

280
0
COMPARTILHAR

Uma das grandes dúvidas dos concurseiros é se eles podem fazer vários concursos ao mesmo tempo. Essa dúvida pode acontecer por diversos motivos, mas costuma ser frequente quando há uma certa escassez de editais e não há muitas previsões de novos concursos ou autorizações.

Para saber se é possível tentar vários concursos ao mesmo tempo, continue a leitura deste post!

É possível estudar para vários certames?

Pois bem, vamos responder agora a essa pergunta. É possível sim estudar para vários concursos ao mesmo tempo. Exemplos de concurseiros, os chamados “concurseiros atletas”, que passaram em diversos concursos, não faltam. Emerson Caetano de Moura, hoje com 37 anos, já passou em 15 concursos públicos!

Vejamos agora qual é a melhor maneira de estudar para vários concursos e quais fatores precisam ser levados em consideração.

Como estudar para vários concursos ao mesmo tempo?

Tenha foco

A primeira coisa que você precisa ter para estudar é focar em uma área de conhecimento. Tentar concursos na área fiscal, policial, bancária, administrativa e outras vai te fazer ter um conhecimento mediano sobre todas elas, mas que não será o suficiente para passar em nenhum.

Portanto, escolha uma área com a qual tenha maior afinidade e inicie os seus estudos. Se precisar mudar no meio do caminho não tem problema, desde que isso seja feito de forma pensada e planejada.

Estude para concursos na mesma área

Agora que você já escolheu a área para qual deseja focar os seus esforços, pode estudar para um leque de possibilidades em concursos. Por exemplo, para a área policial, é possível tentar para diversos cargos: perito criminal, agente, escrivão ou investigador da polícia civil e federal, polícia militar, polícia rodoviária federal, e, para aqueles que são graduados em direito, delegado também é uma opção.

Estude as matérias essenciais

Existem algumas disciplinas básicas que você precisa estudar para qualquer concurso público, não importa de que área seja, são elas:

 

Elas sempre devem estar no seu cronograma de estudos, faça chuva ou faça sol.

Já para as matérias específicas é preciso fazer uma boa distribuição e focar nas que mais caem. Por exemplo, a matéria de direito penal está sempre presente em editais da área policial. Assim como as básicas, ela deve fazer parte do seu cronograma. Você a estudará repetidamente e chegará num ponto que terá conhecimento acumulado suficiente para passar em um bom concurso.

Aprenda a dividir o tempo

Montar um bom cronograma de estudos é essencial para qualquer estudante, especialmente se você faz vários concursos ao mesmo tempo. O ideal é que as matérias que sempre aparecem tenham um destaque maior no seu planejamento, mas quando o edital sair, as disciplinas dele devem ter preferência.

Por exemplo, vamos supor que você estuda para a área bancária e está focado em conhecimentos bancários, técnicas de vendas e algumas outras disciplinas que costumam ser cobradas. E então, sai o edital do Banco do Brasil, que tem algumas matérias específicas como o inglês, e também alguns assuntos de conhecimentos bancários que não costumam cair em outros da mesma área. Você deve ter total foco nessas matérias mais específicas já que as outras já vinham sendo estudadas.

Tenha bons materiais

Esse é um dos fatores que ajuda diretamente quem deseja fazer vários concursos ao mesmo tempo. Quem monta os materiais os fazem com base em provas passadas, focando nos assuntos que realmente caem.

Estudar por materiais sem foco é um dos maiores erros que todo concurseiro iniciante comete. Quer saber quais são os outros erros que mais acontecem? Então leia este post e saiba tudo sobre o assunto!